DBD: Aurora – TRIPTYKON

O novo TRIPTYKON-Álbum „Melana Chasmata“ ist ein Fest für alle Doom-Metaller! Um álbum tão repugnante e desagradável, que você não pode ignorá-la. não sempre angenehm zu hören, sondern aufrüttelnd und bedrohlich. Hier daraus das Vídeo para „Aurora“…

Miniatura video
TRIPTYKON - Aurora (VÍDEO OFICIAL)

DBD: Shatter – TRIPTYKON

Heute gibts im Rahmen des Todesglöckchen des Tags die Single Auskopplung von TRIPTYKON, der Band von Tom Gabriel Fischer dem ehemaligen Sänger und Gitarrist von Hellhammer und Celtic Frost, do EP homônimo, que hier als Stream angehört pode ser…

Miniatura video
TRIPTYKON - Shatter (VÍDEO OFICIAL)

I don’t want to feel
I don’t want to see
I don’t want to love
I don’t want to live

I don’t wish to drown in the beauty of your eyes
I don’t wish to remember the warmth of your embrace
I don’t wish to bleed on your altar of demise
I don’t wish to wither among the petals of disgrace

Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?

Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?
My love a sacrifice in your Templo of disdain
Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?

Mal ot tnaw i
Evol ot tnaw i
Ees ot tnaw i
Viver tnaw ot i

Para sentir é sofrer
Para sentir é a rejeição
Sentir é desespero
Para sentir-se é morrer

O ar que entra liquefaz meus pulmões destroçados
escuridão enwraps my mind as blood stains your skin
My heart pierced by thorns of words that now seem Errado
Eu me rendo à escuridão da agonia profunda dentro

Mal ot tnaw i
Evol ot tnaw i
Ees ot tnaw i
Viver tnaw ot i

Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?
Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?
Meu amor um sacrifício em seu templo de desdém
Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?

Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?
Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?
Meu amor um sacrifício em seu templo de desdém
Por que você me lançou um poço sem fundo de dor?

DBD: Mil mentiras – TRIPTYKON

Miniatura video
A Thousand Lies by Triptykon

Sons de nenhum
Aumentou de poeira
Para esculpir a minha cruz
O altar de sacrifício

Sons de nenhum
Espalhador de mentiras
Tua será feito
Como você morrer

Tudo o que você tocar
Cada palavra que você fala
Cada mentira que você moldar
Cada semente que você semeia
este

Sons de nenhum
Sujas com o meu sangue
Serpente abaixo da cruz
Ainda assim você não

Sons de nenhum
O sol enegrecido
Auto-nomeado deus
Culto de um

Bem-aventurados os
Quem acredita
Aqueles que
Morrer em você

Uma inundação furiosa
De palavras enganadoras
Um mundo contaminado
De vergonha lívido